15 de outubro de 2016

San Antolin Reserva 2005

Vinhos maduros, com 10 anos ou mais, a preços convidativos não são fáceis de achar. Encontrei o San Antolin Reserva 2005, DO Navarra, a venda na Evino, por R$68; já não era um preço ruim, mas somando um cupom de 20% de desconto em cima desse preço, e frete grátis, ficou irresistível, e comprei duas garrafas.

Comprar um vinho com mais idade é sempre um risco, mas eu já havia tido uma ótima experiência com outro vinho de idade na Evino (comentei a respeito aqui), por isso, estava confiante.


O San Antolin Reserva 2005 é um corte das famosas Merlot, Cabernet Sauvignon com uma pitada da espanhola Graciano. Ele amadureceu por 24 meses em barris de carvalho, e mais 12 meses, antes de ser lançado no mercado, para poder exibir a denominação Reserva. Mas um ano é pouco, sendo 2005, ele já está há 8 anos em garrafa.

Sua cor começava a mostrar matizes atijoladas, totalmente de acordo com a idade do vinho. Logo ao abri-lo, ele anunciava aromas bem marcados da Cabernet Sauvignon, na forma de uma páprica defumada, suave, além de uma tipicidade de um tinto espanhol evoluído, aquelas notas tostadas complexas, que misturam um pouco de madeira, especiarias, couro, fumo... As frutas negras, em igual importância, completavam o conjunto. Na boca, taninos agradáveis e finos, ótima acidez, que lhe dava leveza, escondia plenamente os 14% de álcool, e muito boa persistência.

Já era agradável logo ao abri-lo, mas ele logo mostrou como o ar lhe fazia bem. Com o tempo, a páprica defumada quase sumia, dando lugar a notas de caramelo e bálsamo; e a fruta também evoluiu um pouco, trazendo um pouco de figo e ameixa seca.

Ele se confirmou como um grande achado para quem, como eu, aprecia vinhos mais evoluídos. Vale ainda observar que ele havia figurado no Clube Evino Red (o mais básico), no mês de janeiro. Não é comum ver um vinho dessa tipicidade em um clube de vinhos, muito menos numa categoria básica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sintam-se livres para comentar, criticar, ou fazer perguntas. É possível comentar anonimamente, com perfil do Google, ou com qualquer uma das formas disponíveis abaixo. Caso prefiram, podem enviar uma mensagem privada para sobrevinhoseafins@gmail.com.