23 de março de 2019

Single Vineyard Stevens Hunter Semillon

Em 2015, escrevi a respeito de um autêntico Sémillon de Hunter Valley, vinho memorável que eu havia conhecido na ocasião. Infelizmente, se já é difícil achar vinhos australianos por aqui, imagina um vinho tão específico. Mas fuçando pelas prateleiras do Museu da Gula, há um par de meses, encontrei uma garrafa de um Sémillon de Hunter Valley esquecido na prateleira; nem preço tinha. Catei a única garrafa, pra perguntar o preço no caixa. E diante da barganha (R$83), perguntei se havia mais em estoque, mas infelizmente, não havia.

11 de março de 2019

Serbal Malbec Rosé 2017

Na reunião de final de ano da Nossa Confraria, o nosso confrade-chef Alê se prontificou a fazer uma paella de frutos do mar. Ainda não provei um vinho que case melhor com uma paella do que um bom rosé mais encorpado. O vinho precisa ter intensidade, senão vira água, o que ocorre com a maioria esmagadora dos brancos. Um tinto leve, pode ser, mas não casa tão bem com os frutos do mar, nem com a pimenta, daí o rosé estruturado entra como uma opção ao tinto, um pouco mais fresca, sem atropelar os frutos do mar, e sem sumir diante da intensidade de temperos.

17 de fevereiro de 2019

A Promessa de Aurelia Vişinescu

Já conheço desde 2013 os vinhos de Aurelia Vişinescu, e já comentei a respeito de sua história aqui. Ela é nada menos que a mais famosa enóloga romena, fazendo sucesso internacional com sua vinícola fundada em 2002, na região de Dealu Mare, a mais conhecida da Romênia.

Este ano, chegou ao Brasil seu mais novo lançamento, chamado Promessa - assim mesmo, igualzinho em português. O vinho é uma síntese de seu trabalho, um corte entre a romena Fetească Neagră com a internacional Syrah, com DOC Dealu Mare, envelhecido por 12 meses em barris de carvalho romeno [*].

10 de fevereiro de 2019

Madame Bobalú

Como assinante do Vinhoclube Ouro, meu pai está sempre cheio de vinhos tintos; e quando vou pra BH, ajudo a baixar um pouco o estoque. São vinhos de categoria básica, mas de vez em quando tem algum que surpreende.