18 de janeiro de 2020

Anthemis Samos 2011

O grande orgulho dos gregos são seus vinhos doces. Seja fortificado, ou feito de uvas secas ao sol, esses vinhos eram o grande sucesso de exportação durante a Idade Média, e foram os primeiros a ganhar o status de Denominação de Origem Controlada (Ονομασία Προέλευσης Ελεγχόμενη). Há vinhos doces produzidos no continente, e em diversas ilhas. A variedade de uva mais usada e difundida em mais regiões é a Moscatel, dando origem aos vinhos: Moscatel de Patras, Moscatel de Rio Patras, Moscatel de Lemnos, Moscatel da Cefalônia, Moscatel de Rodes, e o mais renomado de todos, Samos.

22 de dezembro de 2019

Etél Rosato di Toscana 2018

Os rosés são vinhos injustamente pouco apreciados no Brasil. Não é o meu caso, eu gosto bastante de vinhos rosés, como é possível verificar no histórico do blog. No entanto, mesmo eu não estou muito propenso a pagar R$186 por um vinho rosé.

Por isso, quando recebi email do lançamento do Etél 2018, não dei muita bola. Mas quando um amigo, que não costuma gostar de rosés, me mandou uma mensagem falando "compra, que é top", eu não podia passar batido.

7 de dezembro de 2019

Satèn: o espumante inspirado na seda

Em qualquer lugar, pode-se fazer espumantes pelo método tradicional, um blanc de blancs, um brut. Mas só em Franciacorta é possível encontrar o Satèn.

15 de novembro de 2019

Malamado Viognier 2013

Há quatro anos, nos reunimos pela primeira vez na casa de um confrade da Nossa Confraria, e na ocasião, ele nos mostrou a sua 'adega'. Tratava-se do fundo do armário do quarto, onde ele deixava os melhores vinhos (os vinhos do dia-a-dia, ele mantinha na despensa, mesmo).