2 de agosto de 2014

Frango ao molho de laranja, mel e gengibre

O almoço de hoje foi uma criação muito inspirada da chef Thais, e deu muito certo, ficou delicioso! Segue o modo de preparo, conforme me descrito (quantidades sempre a gosto):

As coxas de frango com pele foram temperadas com massala, molho inglês (autêntico worcestershire sauce), e uma pitadinha de sal. A massala, no caso, foi comprada pronta, e contém uma mistura de especiarias dignas da culinária indiana: anis estrelado, canela, semente de erva doce, pimenta do reino, cardamomo, e mais um punhado de coisa. Enquanto elas pegavam o tempero, ela picou o gengibre, e o colocou de molho no suco de duas laranjas.

Primeiro, ela selou as coxas no fogo, com um pouco de azeite, até ficarem bem douradas. Em seguida, cobriu-as com água, para ter certeza que estavam bem cozidas. Elas ficaram cozinhando até reduzir bastante o nível da água, resultando no molho, já relativamente encorpado. Neste momento, acrescentou suco da laranja com o gengibre. Quando o molho se reduziu novamente, ela adicionou uma colher de mel, e castanhas-do-pará rusticamente picadas, que dão uma crocância especial ao prato.

Ele foi servido com um arroz básico (muito gostoso), brócolis e espinafre refogados com bastante alho, e salada de tomates, com cenoura, repolhos branco e roxo (almoço saboroso, e nutritivo!).


Para acompanhar, escolhi o Paula Blanco 2012. Eu adoro a uva Verdejo, acho uma das mais incríveis da Espanha (ao lado da Albariño, ambas muito mais interessantes que a queridinha Tempranillo). Neste vinho, ela aparece junto com um pouco de Viura e Sauvignon Blanc, um corte típico da região de Rueda. Ele foi produzido e engarrafado pelas Bodegas Castelo de Medina, mas rotulado sob marca própria, exclusiva para o Brasil da The Spanish Wine Center.

Eu escolhi o vinho pensando no frango, com sabores indianos, a picância do gengibre, e o toque adocicado do mel. O vinho é fresco, com médio corpo, muito aromático, com frutas de polpa, e bastante herbáceo, somando as influências da Verdejo e da Sauvignon Blanc. E mais do que com o frango, o vinho se deu muito bem também com os acompanhamentos, ou melhor, com o brócolis e o espinafre, devido ao seu pronunciado caráter herbáceo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sintam-se livres para comentar, criticar, ou fazer perguntas. É possível comentar anonimamente, com perfil do Google, ou com qualquer uma das formas disponíveis abaixo. Caso prefiram, podem enviar uma mensagem privada para sobrevinhoseafins@gmail.com.